Como Contratar Seguros de Imóveis

Comprar seu próprio imóvel é o sonho de muitas pessoas.Por esse motivo é normal que as emoções acabam influenciando no momento de comprar o tão sonhado imóvel. Mas antes de tomar essa decisão é muito importante saber se esse é o momento certo para encarar um financiamento e o mais importante pensar em ter um seguro residencial.

Todas as vezes que saímos de casa temos a esperança de quando chegarmos tudo esteja no devido lugar, da mesma forma que deixamos. Mas muitas vezes nossos cuidados não são suficientes e imprevistos acontecem no imóvel como: incêndios, roubo, furtos e outros. E por ser um bem tão valioso é preciso uma precaução melhor para nos proteger desses problemas. 

Mas, o que é um seguro residencial?

O seguro residencial  é um serviço com cobertura multirriscos, ou seja, que oferece um conjunto de de seguros aliados ou agrupados numa única apólice. Esse tipo de seguro é destinados para as residências individuais, como casas ou apartamentos utilizados como moradia habitual.

Todo seguro residencial possui uma garantia básica que cobre prejuízos provocados por incêndios, queda de raio e explosão. A partir da garantia básica, há outras coberturas adicionais que podem ser contratadas, com intenção de complementar o seguro e proteger o imóvel contra outros riscos. Dentre elas estão: roubo, desmoronamento, impacto de veículos, queda de aeronaves, vendaval, furacão, ciclone, chuva de granizo, danos elétricos e outros. 

Além de todas essas garantias adicionais, há também uma enorme variedade de serviços que podem ser oferecidos ou contratados dependendo da seguradora. 

Principais cobertura de uma apólice multirrisco residencial:

Uma apólice que podemos considerar padrão costuma incluir alguns tipos de de proteção:

Reconstrução da moradia- o seguro residencial paga o reparo ou a construção da moradia, caso ela tenha sido danificada ou destruída por incêndio, raio ou explosão. O valor de cada garantia inclui no contrato. Dependendo da seguradora este limite é chamado de Limite Máximo de Indenização(LMI). Caso a sua apólice inclua cobertura para danos causados por ciclone, vendaval, furacão, tornado, granizo, ou outros prejuízos você terá direito à indenização. Igualmente acontece com a cobertura para danos elétricos, como curto- circuito em toda a fiação da sua casa. 

Antes de fazer a contratação de um seguro é muito importante você calcular bem o valor da reconstrução da sua casa, para não gastar com coberturas desnecessárias.

Lembre-se que o valor para ser definido como limite de indenização deverá corresponder ao valor da reconstrução da sua casa. 

Reposição de bens- seus móveis, roupas, equipamentos eletrônicos, esportivos e outros itens pessoais são cobertos pelo seguro, no caso de serem destruídos pelo fogo, vendavais, ou de terem sido roubados, além de outras causas previstas na apólice. 

O seguro cobre esses bens de acordo com o valor de indenização contratado. O reembolso corresponde a um percentual sobre a quantia máxima da indenização para essa cobertura adicional.

A melhor maneira de você calcular quanto valem os seus pertences é fazer um inventário completo do que possui dentro de casa, antes de contratar o seguro.

Faça um cálculo para definir o valor da cobertura de roubo, mas, deve ser levado em conta que dificilmente todos os pertences de sua residência serão roubados. 

Provavelmente, na contratação do seguro para roubo de bens, a seguradora pedem para fazer uma vistoria na sua residência, isso para avaliar qual risco vão garantir. Outras seguradoras preferem solicitar a apresentação de uma lista com todos os bens relacionados.

Lembrando que objetos de alto valor como jóias, quadros, obra de arte, raridades e objetos de estimação não costumam ser aceitos pelas seguradoras no seguro residencial. Para essas peças deve ser contratado um seguro específico numa seguradora especializada.

Responsabilidade civil familiar- é uma garantia adicional para indenizações determinadas por ações judiciais que podem ser movidas por pessoas que tenham sofrido lesões ou danos materiais involuntários causados por você, por vocês familiares, empregados ou pessoas que moram em sua residência. O seguro também indeniza todos os prejuízos dos bichos de estimação. 

No caso de acidentes pessoais como tombo ou se machucar, você não terá cobertura de responsabilidade civil familiar, a não ser que você tenha efetuado o seguro de acidentes pessoais. 

Se um amigo ou vizinho se machuque na sua casa ele poderá apresentar à sua seguradora a conta de todas as despesas que ele teve com todos os medicamentos que foram necessários para o tratamento.Nesse caso, o reembolso do seguro de responsabilidade civil familiar é realizado sem sem que você precise assumir a franquia, que normalmente é prevista para essa cobertura. Mas caso seja você ou alguém que trabalhe na sua casa vocês terão que arcar com todas as despesas que você gastou, sem nenhum reembolso.Também é importante lembrar que os valores da indenização estão limitados às quantias previstas na apólice. 

As seguradoras costumam calcular o valor da indenização para danos cobertos pela responsabilidade civil familiar em até 10% da quantia máxima contratada para a indenização integral da sua casa. 

Como funciona

Após o contrato firmado com o dono do imóvel e a seguradora, o bem passa a contar com uma proteção contra determinadas ocorrências. Essa proteção dependerá do plano que foi escolhido pelo contratante, que pode ser do básico ou incluir outros sinistros. Lembrando que, além de ofertar proteção contra os prejuízo, grande parte dos seguros tem como objetivo acrescentar comodidades a seus consumidores. 

Valores

O valor do seguro pode variar de acordo com as características do imóvel,depende do valor da sua casa,  localização, número de coberturas que irá contratar, entre outros fatores. Casas e apartamentos têm valores diferenciados no seguro.

Por isso é importante identificar exatamente suas prioridades conversando com o seu corretor de seguros. No incidente de um dano provocado por um incêndio, além dos gastos com a recuperação da estrutura do imóvel, há também o prejuízo com a perda de todo conteudo da casa. Assim, somando tudo vamos encontrar um bom nicho do patrimônio da família. Portanto, é daí que vem a importância de identificar o seguro residencial correto para proteger os seus bens. 

Mas, para você ter uma ideia o seguro de uma casa ou um apartamento não chega a custar nem 0,5% ao ano do valor do imóvel. 

Quem pode contratar

Tanto os proprietários dos imóveis e inquilinos podem fazer um seguro residencial.

 Muitas pessoas tem essa dúvida, mas se você mora de aluguel você pode sim, fazer um seguro residencial para te proteger de muitos danos e imprevistos que acontecem no dia a dia. 

Como contratar

Antes de assinar qualquer contrato é preciso escolher com muito cuidado a seguradora. Pesquise bastante antes de contratar, pesquise se há reclamações dos consumidores contra a empresa, veja se é uma marca reconhecida no mercado e se tem um bom funcionamento, quanto tempo tem no mercado. Pois todas essas questões são importantes para que ela cumpra tudo que está vendendo. Após ter pesquisado bastante, é a hora de procurar um corretor de confiança e escolher o seguro que mais se identificou com vc e sua família.Leia atentamente a apólice antes de assinar, pois exige muita atenção se quer uma uma boa proteção do seu patrimônio. 

Junto ao seguro o cliente pode escolher contratar assistências 24 horas. Em muitas companhias, podem vir gratuitamente dependendo do seguro escolhido. As assistências contemplam serviços de chaveiro, eletricista, encanador, entre outros. 

Vale a pena contratar um seguro residencial?

Em algumas situações fazem com que a contratação de um seguro seja muito recomendada. Além do preço ser super em conta para proteger o maior dos seus bens, o seguro residencial apresenta um plano de assistências para que o segurado não fique desprotegido diante de uma emergência do dia-a-dia como: um vazamento, entupimento, um curto circuito e muitos outros problemas que ocorrem na nossa residência. Caso ocorra uma emergência basta acionar a seguradora para receber um profissional qualificado que fará os reparos. Isso e muitos outros danos podem ser resolvido com o seguro residencial.

É preciso refletir sobre o custo-benefício de se contar com esse tipo de serviço.

Contudo, mais do que esses fatores, reflita sobre a tranquilidade de contar com a proteção para aquilo que é considerada o mais caro da sua família, os seus bens.