Por Que as Pessoas Viram Escravas da Própria Carreira

Uma carreira profissional é importante e o seu sucesso contribui para o bem-estar pessoal e financeiro. A mudança profissional, seja ela na mesma área ou um salto para outra ainda até então desconhecida é algo difícil e ao mesmo tempo complexo. Difícil pois trata-se da profissão e consequentemente o sustento financeiro de uma pessoa ou mesmo de um lar.

Complexo, pois a decisão a ser tomada não somente envolve o lado profissional mas motivos pessoais, plano de carreira a longo prazo, mercado de trabalho e oportunidade. Aprendemos a ser produtivos e começamos a ganhar retorno financeiro para realizar nossos sonhos, pelo nosso esforço e dedicação através de uma carreira sólida e às vezes abandonar ou mesmo alterar o rumo da mesma deve ser algo pensado e exaustivamente analisado.

E com tantas ambições pessoais o trabalho cotidiano rotineiro têm tirado os prazeres básicos que tanto queremos, como ganhar o suficiente para pagar as contas, poder divertir nos finais de semana e aproveitar os momentos felizes com a família. O simples passou a ser pouco e queremos buscar o melhor e por mais que consiga, não damos conta e continuamos a buscar a cada dia mais, e assim viramos escravos da nossa carreira. 

Até onde vale a pena ir pela carreira

Muitas vezes começamos nossa carreira, pelo simples fato da oportunidade que surgiu no momento em que buscamos nosso primeiro emprego. E ao longo do tempo percebemos que seguimos uma carreira que não foi o que tanto havíamos sonhado. Com isso desejo de realizar o sonho profissional surge e então chega a hora de avaliar as possibilidades de uma nova carreira. E nisso pode incluir vários fatores como, estar se dedicando mais a carreira que a sua família, está prejudicando a sua saúde, está insatisfeito pelo que está fazendo e outros fatores.

Muitas empresas estabelecem um estilo de vida de ilusão, que deixam cegos os seus profissionais, assim esses indivíduos esgotam de horas extras, perdem o lazer, deixam de lado seu relacionamento, em troca de destaque, dinheiro e prestígio. Mas será que tudo isso vale a pena?

Antes de saber até onde vale a pena ir pela carreira você precisa analisar:

  •   A insatisfação profissional: se de fato esteja insatisfeito com aquilo que está fazendo e não está sendo prazeroso mudar de carreira é uma solução já que a tendência dessa insatisfação é só aumentar cada vez mais.
  • Se está ligada a atividade que está realizando: pode ser que não esteja na carreira errada e sim a função que está exercendo nesse caso não mude de carreira e sim de cargo, com certeza será mais agradável para você. Buscar algo em outras empresas ou setores semelhantes pode ajudar a encontrar satisfação e assim maior benefício.
  • Quando está ligada ao ambiente e as pessoas com quem trabalha: nesse caso o problema está nos seus relacionamentos e não a sua carreira. Logo a mudança de carreira não trará nenhum benefício pois estará trocando apenas o local e não o modo de encarar as situações relacionadas ao trabalho e as funções a ele pertinentes.
  • Pela remuneração: quando a decisão é baseada por motivo de salário melhor ou dificuldades momentâneas corre o risco de dar errado. Há casos que são necessárias intervenções de pessoas qualificadas para análise de carreira x benefícios. A remuneração se estiver num quadro de valores aceitáveis deve-se buscar outras fontes de renda ou mesmo um local onde exercendo a mesma função paga-se melhor.
  • Desgaste: se você está com um desgaste emocional e físico, está na hora de parar e analisar se vale a pena continuar na sua carreira. Muitas vezes nos deparamos com um estresse sem fim. E com isso pode nos levar à uma situação muito pior.Nos estressamos mais, nos adoecemos mais, e por ai vai.

Como mudar essa realidade

Depois de analisar estes itens e ainda realmente desejar tomar a decisão de mudar de carreira, você precisa tomar alguns cuidados simples que podem ajudar nessa transição sem surpresas:

Planeje a mudança emocional:

Durante esse período da adaptação é fundamental estar preparado emocionalmente, pois a pressão será bastante elevada, independente da área que deseja atuar sempre encontraremos desafios e situações, por isso esteja preparado para lidar com todas elas.

Planeje financeiramente

É preciso fazer um planejamento financeiro, especialmente se tiver pessoas que dependem de você. Como não sabemos o tempo que vai demorar essa transição da nova carreira, tenha uma reserva para manter seu padrão de vida. Disciplina e planejamento nesse momento são essenciais.

Conhecimentos e habilidade

Estar preparado para os novos desafios de uma nova carreira requer conhecimentos e habilidades às vezes até prévios. Portanto adquirir tais qualidades é de vital importância para quem deseja mudar de carreira.

E por fim levar em conta que toda mudança acarreta em insegurança, medo e incerteza. Saber lidar com tais mudanças leva ao sucesso ou ao fracasso. Quem determinará o final feliz desta escravidão de carreira é o próprio profissional que deseja e almeja uma posição consolidada e uma satisfação maior em sua carreira.